terça-feira, 14 de setembro de 2021

Audência : O Hip Hop como Patrimônio em Minas Gerais



Na próxima QUARTA (dia 15/set), a cultura HIPHOP mineira vai ocupar a @assembleiademinas.

Artistas, Coletivos, Organizações e Agremiações de diversas parte do Estado vão sentar a mesa do legislativo mineiro para debater a importância da nossa cultura e do seu reconhecimento.

Serviço: Dia: 15/09

Horário: 16:00

Onde: @assembleiademinas

Solicitação: Comissão de Cultura Requerimento da deputada @andreiadejesuus.


terça-feira, 7 de setembro de 2021

Somos filhos da Pátria



Somos Nação HipHop Brasil, como muito orgulho

Somos filhos da Pátria

Somos filhos das mães negras libertárias

Somos filhos das Dandaras

Criados por Carolinas, Marielles, Evaristos, Benguelas

Somos frutos da semente Periferia Favela

Somos terra indígena e quilombo povo

Somos cores e valores oriundos do morro

Somos a cultura de paz para combater o facismo e a guerra

Somos aqueles estudantes contra os tanques

Trazemos rimas contra ignorantes

Poetizamos nas praça, coloridos becos e ruas

Nossa dança é resistência, nosso grito é a voz

Somos ocupação, somos contra a ditadura

Somos literatura, nós por nós

Somos HipHop politizado, sim

Somos povo, somos proletariado, até o fim

O verde e amarela da bandeira, eles não vão manchar

Somos vermelho no sangue e na luta, por acreditar

Pelos que vivem da ponte pra cá

Somos democracia, pelo prato com carne, arroz e feijão

Somos todes, uma só Nação!

Liberdade ainda que tardia, irmã e irmão ✊🏿

sexta-feira, 4 de junho de 2021

Web Diálogos Nação Hip Hop SP




Web Diálogos Nação Hip Hop SP faz parte das celebrações e comemorações de 16 anos a Nação Hip Hop Brasil e foi contemplada pela lei Aldir Blanc, baseado no Manifesto o Grito da Periferia lançado no 5º Encontro Nacional da Nação Hip Hop Brasil em 2018, trouxemos os temas Hip Hop e Ação Social e Cultura Urbana e Cidadania.

E nesse 1º Web Diálogos convidamos B.Girl CRIS (Pedagogia Hip Hop/Fed. Paulista de Breaking) e Markão II (DMN/Realidade Cruel) para falarem um pouco sobre suas vivências e trajetórias no Hip Hop e Ações sociais e o quando elas impactam em nossa sociedade.




E nesse 2º Web Diálogos convidamos Renan (Inquérito) e Nina Roots (Filosofia Reggae para falarem um pouco sobre suas vivências e trajetórias e o quando elas impactam em nossa sociedade.





sexta-feira, 28 de maio de 2021

Esperança em forma de graffiti - Central Estadual de Frio de Minas Gerais recebe graffiti de artistas mineiros


 
O Movimento Unidos pela Vacina, em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais e colaboração voluntária de artistas visuais da Nação Hip Hop de Belo Horizonte e região, realiza a partir deste sábado, 29 de maio, até dia 06 de junho, a grafitagem de um mural na Central Estadual de Frio de Minas Gerais.
Cerca de 20 artistas participarão do projeto e terão autonomia para criar 10 painéis, a partir de uma temática única. “Fizemos um levantamento de temas e chegamos a um consenso: estamos precisando de Esperança, então esse será o ponto de partida de todo o trabalho”, destaca Fred Negro F., responsável pela curadoria artística.

“Estamos aproveitando a oportunidade de fazer o bem também por meio da arte. Para nós, isso é fundamental e traz alegria e esperança”, afirma Fernanda Andrade, diretora responsável pelas parcerias em Minas Gerais do Unidos pela Vacina e líder do Grupo Mulheres do Brasil BH/MG.
Todas as tintas que serão usadas durante a grafitagem foram doadas pela Lukscolor e transportadas pela Viação Gontijo. A Pif Paf será responsável pelo café da manhã dos artistas. Já o almoço e lanche da tarde serão oferecidos pelo Outback Steakhouse do BH Shopping durante todo o projeto. E para complementar tem o apoio também da Xeque Mate bebidas.
 
Ficha Técnica
 
Local: Central Estadual de Frio de Minas Gerais: Av. Tereza Cristina, 3500 Bairro Itapuã  BH/MG
Data: 29/05 a 06/06/21
Horário: de 9h00 às 18h00

Artistas Participantes:  

Ba Face3 | Binho Barreto | Denis Dam | Ed-Mun | Fred Negro F. | Gabriel Lost | Gean Sombra | Isabella Proença - Ella | João Marcelo Goma | Marcelo Celo | Stephanie Tefa | Lucas Alfa | Marcio Surto RV | Sabrina Sko e alunos de projetos sociais em BH.
 
Produção / apoio
Marco Túlio Carvalho; Nádia Rodrigues; Ricardo Laf;
 
Fred Negro F. - Curadoria Artística
 
Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais
 
Fábio Baccheretti Vitor 
Secretário de Estado
 
Gian Gabriel Guglielmelli
Assessor-Chefe de Parcerias em Saúde
 
Janaína Passos de Paula
Subsecretária de Vigilância em Saúde 
 
Maria de Fátima Ferreira Rosa Araújo
Coordenadora da Central Estadual da Rede de Frio
 
Movimento Unidos pela Vacina
Líderes: 
Patricia Tiensoli
Rafael Menin
Fernanda Andrade
 
Apoio Institucional

NAÇÃO HIP HOP BRASIL
SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DE MINAS GERAIS
UNIDOS PELA VACINA
GRUPO MULHERES DO BRASIL

------------------------------------------------

Ella_fau2017_CredTayroneAlves.

Ella_ASNP2018_CredTayroneAlves.

negrof_perfil_cred_thalitabarbalho_dtgbrasil



Ella_ASNP2018_CredTayroneAlves.

Ella_FAU2017_CredTayroneAlves.




Foto_BinhoBarreto

Foto_GabrielLost_2020_cred_GRocha


Foto_BinhoBarreto



Gabriel Lost, Alto V. Cruz - Crédito @Salgafoto

GabrielLost_Foto2020_Ella

LucasAlfa

LucasAlfa

Lucas Alfa - Crédito @Salgafoto

Lucas Alfa - Crédito @Salgafoto

Negro F - Crédito @mila.fmaciel

Negro F - Crédito @mila.fmaciel

Negro F - Crédito @tayrone_alves_




quinta-feira, 27 de maio de 2021

Web Diálogos Nação Hip Hop Brasil São Paulo


 

 Web Diálogos Nação Hip Hop SP faz parte das celebrações e comemorações de 16 anos a Nação Hip Hop Brasil e foi contemplada pela lei Aldir Blanc, baseado no Manifesto o Grito da Periferia lançado no 5º Encontro Nacional da Nação Hip Hop Brasil em 2018, trouxemos os temas Hip Hop e Ação Social e Cultura Urbana e Cidadania.

PARTICIPEM!

Dia 28 de Maio (Sexta)

TEMA - HIP HOP E AÇÃO SOCIAL

Ao vivo a partir das 20hs no Facebook da Nação Hip Hop SP

CONVIDADOS:

B.Girl CRIS (Pedagogia Hip Hop/Fed. Paulista de Breaking)

Doutoranda em Humanidades (USP), Autora do Livro Pedagogia Hip Hop, Dançarina e Diretora da Federação Paulista de Breaking, Pesquisadora, Produtora, Arte-Educadora.

Markão II (DMN/Realidade Cruel)

Rapper, compositor e produtor musical. Iniciou sua carreira no ano de 1992, com o grupo FNR. Em 1998, passou a integrar o grupo DMN. Paralelo a atuação com o DMN, em 2020, torna-se integrante do grupo Realidade Cruel. Com 29 anos de trajetória, gerou composições de grande expressão, contribuindo com o fortalecimento e divulgação do rap, no Brasil.




Dia 31 de Maio (Segunda)

TEMA - CULTURA URBANA E CIDADANIA

Ao vivo a partir das 20hs no Facebook da Nação Hip Hop SP

CONVIDADOS

Nina Roots (Filosofia Reggae)

Vocalista na Banda Filosofia Reggae (á 17 anos) Começou como Backing Vocal, foi baterista, até assumir ao lado de suas irmãs os vocais da Banda Filosofia Reggae. Mulher Negra, Pluz Size, Mãe de Dois Filhos, Espírita, e que vive intensamente a luta pelo seu espaço na música.

Renan Inquérito

Rapper, Poeta, Compositor, Escritor, Mestrado e Doutorado em Geografia (Unicamp), Atua no hip hop desde 1997, Arte Educador do EJA, CRAS, CREAS e Fundação CASA, Produtor Criador do Sarau Parada Poética, Em 2019 Eleito Melhor Artista HIP-HOP com Prêmio Profissionais da Música (PPM).

Dentre sua obras musicais 8 discos, dezenas de vídeo clipes, e parcerias com artistas como; Emicida, Ellen Oléria, Dexter, Tulipa Ruiz, Natiruts, KL Jay (Racionais), Arnaldo Antunes, Zeca Baleiro, Rael, O Teatro Mágico, Mato Seco e Rashid.

Dentre suas obras literárias os livros; Poucas Palavras (2011) e Poesia Pra Encher a Laje (2016).







quarta-feira, 19 de maio de 2021

Nação Hip Hop Brasil na 12ª Bienal da UNE - Festival dos Estudantes - Brasil um povo que resiste


 Tema: Empreendedorismo de Periferia: Criatividade da Economia e Casas do Hip Hop e políticas públicas para as periferias.

Dia 20 de Maio  (quinta-feira) de maio de forma virtual.

Horário: 9h às 12h


Link para inscrição: https://bienaldaune.org.br/inscricao


Link do YouTube da Bienal: https://www.youtube.com/channel/UCI9UhLCYUB8v82jdVvJMnuA


Palestrantes - Marcelo Rocha (DJ Bola - A Banca), Luiz Fernando (Black-A), Negra Jaque, José Eduardo Araújo Borges (Alemão), Beto Teoria (Mediador)


Beto Teoria - Rapper, Produtor Cultural, Membro Fundador da Nação Hip Hop Brasil, Um dos Fundadores da Casa do Hip Hop e Juventude de Ribeirão Pires, Graduado em Gestão Pública, Assessor da Deputada Leci Brandão.


Mini bio: Marcelo Rocha, o DJ Bola ABanca -  é pai de 3 filhos, Dj da banda Abôrigens, fundou A Banca em 1999 como um movimento juvenil e em 2008 A Banca virou um Negócio de Impacto da Periferia. Foi homenageado pelo prêmio TRIP TRANSFORMADORES em 2014. Realizou o 1º Fórum de Negócios de Impacto da Periferia no Jardim Ângela zona sul de São Paulo em maio de 2017, Co-criou a ANIP - Articuladora de Negócios de Impacto da Periferia em parceria com a FGVcenn e a Artemisia é conselheiro do Instituto Coca Cola Brasil e Fellow da Social Good Brasil e Fellow da Ashoka.


 Luiz Fernando Conhecido por Black-A presidente da Casa do Hip Hop Pruzôto.


Negra Jaque - Rapper,compositora, apresentadora, produtora cultural e mestranda em Arte e Educação na UFRGS.Desde 2007 na estrada, quando integrou o grupo “Pesadelo do Sistema”, a rapper vem se destacando no segmento do hip hop. Em 2013, quando iniciou carreira solo, foi a primeira mulher vencedora da “Batalha do Mercado”, evento tradicional da região metropolitana de POA e, por causa desse prêmio, gravou seu primeiro EP “SOU”. De lá pra cá, participou de festivais, como o “Nosoutras”, lançou discos, recebeu prêmios e importantes indicações, como a de melhor compositora no “Prêmio Açorianos”. Fez o show de abertura do projeto “UNIMUSICA” da UFRGS, participou do show de Elza Soares no Bar Opinião, circulou por várias cidades do RS, além de RJ e SP. Hoje a artista prepara seu quarto projeto musical, denominado "Qu4rto" que  esta em fase de gravação, é uma das produtoras do Bloco das Pretas e Coordenadora do Galpão Cultural- primeira casa de Hip Hop de Porto Alegre.


José Eduardo Araujo Borges   - Coordenador estadual da Nação Hip Hop Brasil - desde 2014,  Formação em técnico em Artes Plásticas 2005- CEFET-PI,  Grafiteiro-Educador do Projeto Social Periferia Mais – Bairro Água Mineral –Teresina-PI 2015-2017 e oficineiro na Assoc. São vicente paloti atualmente desde 2017, Graduando de Artes Visuais 2014-2018 –(cursando) UFPI, Educador Social da SASC – Centro Internação Provisório de menores Infratores desde 2013-2016, Assessor Especial na Coordenadoria Estadual de Juventude – COJUV-PI – desde 2015, Grafiteiro da VDC crew, já participou de várias bienais da Une, Dirigente do DCE UFPI 2009-2012





sexta-feira, 14 de maio de 2021

12ª Bienal da UNE - Festival dos Estudantes - Brasil: Um povo que resiste


 


A BIENAL

A Bienal da UNE é um festival de cultura, arte, ciência e tecnologia que mapeia, conecta e apresenta o que de mais interessante tem sido produzido dentro e fora das universidades brasileiras há mais de 20 anos. É considerado o maior festival estudantil da América Latina, reunindo cerca de 15 mil estudantes a cada dois anos. Em 2021 a Bienal será realizada majoritariamente on-line, e terá a União Brasileira de Estudantes Secundaristas e Associação Nacional de Pós Graduandos também como realizadoras do evento.

Sempre celebrando a cultura popular brasileira, nesta 12ª edição traz o tema “Brasil, um povo que resiste” e homenageia os cem anos da Semana de Arte Moderna e a cantora Elza Soares. Um chamado a desenhar coletivamente um Brasil antropofágico e possível, ancestral e moderno, um país pintado de 'nós': a juventude. E um convite a festejar a nossa brasilidade, o “Brasil que deu certo”, espelho de vitórias, diversidade e representatividade.

quinta-feira, 13 de maio de 2021

Encontro Virtual Nacional de Militantes e Artivistas da Nação Hip Hop Brasil


Teremos o nosso ENCONTRO NACIONAL entre os militantes e artivistas da nossa NAÇÃO HIPHOP BRASIL

Quando: Dia 17 de maio de 2021 às 19h30
Onde: Via googlemeet

Tarefa de todes: mobilizar todos ESTADOS, CIDADES e regiões do PAÍS.

Recadastramento Nacional dos militantes e artivistas da NAÇÃO HIPHOP BRASIL : https://forms.gle/n12XeVjS7QVBhnnG6
.
.
Informações: 
31 997069378 | 12 98806-0541
nacaohiphopbrasil.dn@gmail.com
.
.
#UmasóNação #CulturaPopular #HipHop #HiphopePolitica #HipHopemCasa #SalveaNação #SalveoHiphop #HipHopVive #CulturadeRua #ocupaopoder #diamundialdohiphop #diadohiphopbr #nacaohiphopbrasil #NH2B #NH2Br #gritodaperiferia #hiphopéopoder #MachismoNãoéEstilodeVida


 

sexta-feira, 30 de abril de 2021

"Todo nosso apoio as Griôts do Hip Hop"


 A Entidade Nação Hip Hop Brasil vem por meio desta nota registrar seu apoio ao Rapper e Griôt da Cultura Hip Hop, Genivaldo de Oliveira Gonçalves - G.O.G, que de forma pública e legítima expressou sua opinião contrária ao que foi dito pelo Sr. Gustavo Rapper "Hungria Hip Hop" também em contexto público e ainda em rede nacional de TV.

No entanto o Rapper Hungria em desagravo com o que foi comentado sobre a fala dele, faltou com o respeito e foi deselegante ao desdenhar do Rapper GOG, até porque a fala de GOG foi uma análise legítima e salutar, e contempla a mesma análise feita por muitos irmãos e irmãs do Hip Hop Nacional.

As letras de Rap Nacional que outrora trouxeram a denúncia e temáticas que falavam de tiros, violência e sangue, não somente foram instrumentos importantes de denúncia via Rap Nacional em diversas oportunidades, como ainda são, pois o contexto de mazela social e violência sobretudo contra os negros, os pobres e periféricos, ainda é uma triste realidade do nosso país, de modo que se é legítimo cantar versos lúdicos de temáticas diversas, também é legítima a permanente denúncia em ritmo e poesia, com os versos sobre uma periferia que ainda segue sangrando.
Queremos acreditar que o Rapper Hungria que adiciona ao seu codinome o termo Hip Hop, possa buscar uma auto reflexão sobre o ocorrido, e tenha a necessária compreensão que estar num espaço de arte e cultura, requer também entender este espaço como sendo plural e democrático, mesmo na divergência, assim como o respeito é uma instância primordial.

Por: Nação Hip Hop Brasil

segunda-feira, 26 de abril de 2021

HIP HOP SERRA: RESISTÊNCIA CULTURAL NA CIDADE IMPERIAL


 

Salve, galera!!!

Se liga que vem uma novidade pesada por aí!!!🔥🔥🔥


O documentário HIP HOP SERRA: RESISTÊNCIA CULTURAL NA CIDADE IMPERIAL é um filme que conta a trajetória do movimento Hip Hop em Petrópolis, principalmente após a fundação da Nação Hip Hop Petrópolis. O filme é dirigido por Beatriz Ohana e tem fotografia e montagem de Gregori Bastos. 🎬


As entrevistas que contam a história do movimento têm a participação de diversos nomes importantes na cena Hip Hop no Brasil e em Petrópolis e tem a trilha sonora original toda criada por artistas da cidade. 🎥


O lançamento acontecerá em uma live exclusiva dia 29/04 às 19h no nosso site (link na bio), só para quem fizer a pré-inscrição, e contará com a participação dos envolvidos no filme em uma encontro virtual antes e depois da exibição!!! 🔥


Corre lá que a gente te espera pra essa noite especial!!!❤️

Inf.: 

>

https://www.instagram.com/p/CN6RWkUnuCG/?igshid=150znbggmggy9